Abril 2015

“Você é druida?”

Fui tomado de surpresa pela pergunta. Diga-se de passagem, um acompanhamento pouco provável para o meu pequeno-almoço na pensão naquela manhã. Estava pela primeira vez no Reino Unido, uma viagem com que sonhava desde que era criança. Estava hospedado numa pequena cidade algures no condado de Wiltshire, e o equinócio de Outono estava próximo. O nascer-do-Sol em Stonehenge, claro, era o principal ponto de atracção, e a minha anfitriã parecia curiosa.

“Não é isso que fazem os druidas, ir a Stonehenge para celebrar as estações?”

Read more →